Sábado, 28 de Outubro de 2006

A Amizade

Em tempos dei por mim a perguntar o que é a amizade, nunca percebi a resposta porque cada um tem a sua, mas hoje apercebi-me que essa resposta anda comigo há muito tempo.

A amizade é quando eu sorrio e tu sorris em seguida  mesmo quando não entendes o  motivo...É darmos as mãos quando nos apoiamos, quando estamos felizes, quando estamos tristes ou simplesmente quando estamos...

A amizade é o abraço que damos mesmo que só não nos vejamos a 5 minutos, é a vontade constante de dizer "adoro-te", " és demais", "fazes-me bem", "fazes-me falta"...É o facto de cantarmos no meio da rua mesmo que desafinemos ou que pareça mal...Esta amizade sou Eu és Tu, somos NÓS...é tudo isto mas é especialmente o facto de não termos medo e nem nos cansarmos de nos olhar nos olhos e de vermos e deixarmos ver a nossa alma.

Este texto é dedicado a todos aqueles que partilharam momentos destes comigo e me tornaram nesse momento muito feliz.


publicado por clavedelua às 17:49
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
Sábado, 21 de Outubro de 2006

filme da vida

 

Hoje ainda não é possível parar o tempo, carregar na tecla "stop" e gritar, gritar enquanto o mundo não se mexe, em seguida fariamos "play" e tudo correria com uma grande naturalidade... Pena a nossa vida não ser uma cassete, ou então ser aquela cassete que todos temos num canto e nem lhe mexemos com medo de estragar a fita.

Sei que este texto está um pouco ilógico, mas está igual ao meu pensamento neste momento...está um pensamento preso a conceitos que fazem todo o sentido numa cena específica, mas que ficam absolutamente ridículos quando se muda de cenário.

Há coisas que não se explicam, nem os dramas, nem as paixões nem mesmo as convicções. As coisas quando mudam fazem-nos axim...Estranhos.

 


publicado por clavedelua às 13:40
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Domingo, 8 de Outubro de 2006

a flor da amizade

És como uma flor nas sombras, gosto de ti por saber o que és e não o que a sombra revela de ti... O simples facto de saber que és flor já consola, já me alegra e me preenche.

Amigo não é quem olha mas quem cheira, porque a visão destorce e o cheiro aviva a memória.Pegava-te minha flor se assim pudesse, e regava-te e cuidava de ti...Mas não posso, porque és livre e tens de te sujeitar aos dias de muito sol e aos de chuva, mas ficarei sempre ao teu lado minha flor.Eu serei aquela estaca que se coloca ao teu lado para te ajudar a aguentar os momentos difíceis e para te ver radiante nos momentos de glória.

Este post é especialmente dedicado as minhas "flores" que são para além dos meus grandes pais, a Carolina Lopes, a Joana Guerreiro, a Mafalda Silveira e a Marta Vaz.


publicado por clavedelua às 20:23
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. ...

. A minha Boca

. Os nossos passos II

. Os nossos passos

. Momentos

. Sonho

. Amo-te

. punhais

. Pesadelo

. Liberdade

.arquivos

. Novembro 2010

. Abril 2009

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds